domingo, 18 de dezembro de 2016

Esse mundo...



Um dos lados reveladores das férias ou do distanciamento do trabalho, ainda mais quando se trata de um ambiente abusivo, é a nitidez com que você consegue enxergar o quanto esse distanciamento te proporciona alívio, mesmo quando gosta do que faz...

Fofocas, falsidade, manipulação, opressão, assédios, bulling, intolerância, bajuladores, controladores, oportunistas, invasivos, covardes, prepotentes, sacanas, puxas-saco, cafajestes, canalhas, traidores, mal-intencionados, maus-caracteres...

A lista é grande...

Um ou outro se salva...

E você percebe o quanto o mundo é mau... O quanto esse sistema destrói a vida e a saúde das pessoas...

Mas eu continuo acreditando que apesar de tudo de ruím que a vida pode ter, por pior que seja, Deus tem um plano com cada coisa. Por isso, não importa o que aconteça, sei que Ele me ouve quando falo com Ele e apesar de não me dar sempre o que eu quero, Ele me dá sempre o que é melhor, segundo Sua infinita sabedoria. Ele vê muito além do que posso enxergar e não faz nada pra me prejudicar.  Mas sei também, que independente de qualquer fraqueza, ou pecado, ou dificuldade, Ele me entende melhor do que ninguém, pois Ele mesmo passou por tribulações semelhantes às minhas, e em grau muito maior... Não preciso de máscaras, porque Ele me aceita do jeito que sou e eu posso recorrer a Ele quando preciso. Sei que Ele me perdoa, me compreende e me lapida. Sou quem eu sou com Ele e Ele não me pede o contrário... Pede apenas para confiar... Nada do que acontece comigo está longe do Seu alcance... Ele sabe de tudo... E eu sei que Ele me ama... 

video


sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Pelos Direitos dos Meninos


Antes de morrer, Guilherme estudante de Matemática da UFG , líder das ocupações , e que foi assassinado pelo pai, publicou esse texto,
PELOS DIREITOS DOS MENINOS

Que nenhum menino seja coagido pelo pai a ter a primeira relação sexual da vida dele com uma prostituta (isso ainda acontece muito nos interiores do Brasil!)
Que nenhum menino seja exposto à pornografia precocemente para estimular sua “macheza” quando o que ele quer ver é só desenho animado infantil (isso acontece em todo lugar!)
Que ele possa aprender a dançar livremente, sem que lhe digam que isso é coisa de menina
Que ele possa chorar quando se sentir emocionado, e que não lhe digam que isso é coisa de menina
Que não lhe ensinem a ser cavalheiro, mas educado e solidário, com meninas e com os outros meninos também
Que ele aprenda a não se sentir inferior quando uma menina for melhor que ele em alguma habilidade específica – já que ele entende que homens e mulheres são igualmente capazes intelectualmente e não é vergonha nenhuma perder para uma menina em alguma coisa
Que ele aprenda a cozinhar, lavar prato, limpar o chão para quando tiver sua casa poder dividir as tarefas com sua mulher – e também ensinar isso aos seus filhos e filhas
Na adolescência, que não lhe estimulem a ser agressivo na paquera, a puxar as meninas pelo braço ou cabelos nas boates, ou a falar obscenidades no ouvido de uma garota só porque ela está de minisaia
Que ele não tenha que transar com qualquer mulher que queira transar com ele, que se sinta livre para negar quando não estiver a fim – sem pressão dos amigos
Que ele possa sonhar com casar e ser pai, sem ser criticado por isso. E, quando adulto, que possa decidir com sua mulher quem é que vai ficar mais tempo em casa – sem a prerrogativa de que ele é obrigado a prover o sustento e ela é que tem que cuidar da cria
Que, ao longo do seu crescimento, se ele perceber que ama meninos e não meninas, que ele sinta confiança na mãe – e também no pai! – para falar com eles sobre isso e ser compreendido
Que todo menino seja educado para ser um cara legal, um ser humano livre e com profundo respeito pelos outros. E não um machão insensível! Acredito que se todos os meninos forem criados assim eles se tornarão homens mais felizes. E as mulheres também serão mais felizes ao lado de homens assim. E o mundo inteiro será mais feliz.
O machismo não faz mal só às mulheres, mas aos homens também, à humanidade toda.



sábado, 25 de junho de 2016

Machismo



É curioso pensar sobre o machismo e sobre a forma como os homens costumam avaliar as mulheres: eles sempre tenderam a depreciá-las.

Se fosse fato que os homens se achassem tão superiores às mulheres, não seria razoável e nem lógico gastarem tanta energia para depreciá-las.

Muita tinta foi gasta ao longo dos séculos para provar a inferioridade da mulher. É difícil não supor que haja boa dose de despeito nisso.

Afora a força física, acho que o homem é o mais frágil: tende a ser mais dependente e, no sexo, se sente julgado e avaliado pelas mulheres.

O pavor de fracassar sexualmente é muito maior nos homens, sempre exigidos demais em virtude mesmo do machismo que os torna vilão e vítima!

Macho não pode fracassar, pois é indício de pouca virilidade; não pode chorar, ter medo... tem que se mostrar forte e superior a toda hora!

Os homens têm forte desejo visual pelas mulheres e não sentem que isso tem contrapartida: ficam mal e muito por baixo por causa disso.

Só posso concluir que o machismo é manifestação invejosa dos homens contra as mulheres: se sentindo por baixo, fazem tudo para rebaixá-las.

Flávio Gikovate

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Eu sei que amanhã vai passar, mas hoje está doendo muito...



Nossa primeira reação ao ver uma pessoa querida sofrendo é tentar lhe transmitir esperança, no sentido de confortar a sua dor. Para isso, costumamos encorajá-la a olhar para o futuro, dizendo-lhe que aquilo tudo tem algum propósito e ela ainda haverá de entender, que tudo o que nos acontece é útil e necessário, entre outras palavras de conforto.
Muitas vezes, porém, não queremos ouvir ninguém nos dizendo que aquilo vai passar, que amanhã será um novo dia, que temos de ser persistentes, pois sairemos mais fortes daquilo tudo. Queremos apenas que alguém entenda a nossa dor e nos deixe sentir todo o amargor daquele momento doído, alguém que nos permita ser fracos e inseguros naquele instante, permanecendo ao nosso lado, se possível com um silêncio que acolha e transmita compreensão.
Todos sabemos que os tombos nos fortalecem e trazem aprendizados importantes ao nosso amadurecimento pessoal. Também sabemos que o tempo ameniza o sofrimento e traz novas esperanças, novos motivos para continuarmos sonhando nossos ideais de vida. Porém, no momento em que estivermos imersos na escuridão inconsolável, sentindo-nos a pior das pessoas, muito pouco nos adiantarão quaisquer palavras que tratem do futuro, porque o hoje estará nos aniquilando.
Isso não quer dizer que não precisaremos de gente ao nosso lado nos dando forças durante nossas misérias emocionais; isso quer dizer que precisaremos de alguém que, antes de tudo, demonstre entender o que estamos sentindo e nos permita passar por aquilo, até que o fundo do poço não mais nos caiba. Quem sofre precisa de consolo empático, precisa saber que o outro entende e vai deixá-lo sofrer o que tiver que ser seu até que consiga expulsar aquilo tudo de sua vida.
Então, quando as nuvens começarem a se dissipar, quando os raios de sol conseguirem alcançar o rosto de quem padecia na escuridão, aquele que esteve ali ao seu lado fará toda a diferença, ajudando-o a voltar ao caminho de ida, à jornada de busca da felicidade que com certeza ainda estará por vir. Caminhar junto é preciso, mas saber a quem dar as mãos enquanto se constroem os sonhos que sustentarão essa jornada determinará a qualidade de vida e de amor que levaremos em nossos corações.

Marcel Camargo

© obvious: http://obviousmag.org/pensando_nessa_gente_da_vida/2016/eu-sei-que-amanha-vai-passar-mas-hoje-esta-doendo-muito.html#ixzz48rQGXyZ0 
Follow us: @obvious on Twitter | obviousmagazine on Facebook

terça-feira, 12 de abril de 2016

Um homem inteligente falando das mulheres



O desrespeito à natureza tem afetado a sobrevivência de vários seres e entre os mais ameaçados está a fêmea da espécie humana.

Tenho apenas um exemplar em casa, que mantenho com muito zelo e dedicação, mas na verdade acredito que é ela quem me mantém. Portanto, por uma questão de auto-sobrevivência, lanço a campanha: "Salvem as Mulheres!"

Tomem aqui os meus poucos conhecimentos em fisiologia da feminilidade a fim de que preservemos os raros e preciosos exemplares que ainda restam:

Habitat
Mulher não pode ser mantida em cativeiro. Se for engaiolada, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que as prenda e as que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse de uma mulher, o que vai prendê-la a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente.

Alimentação correta
Ninguém vive de vento. Mulher vive de carinho. Dê-lhe em abundância. É coisa de homem, sim, e se ela não receber de você vai pegar de outro. Beijos matinais e um "eu te amo" no café da manhã as mantém viçosas e perfumadas durante todo o dia. Um abraço diário é como a água para as samambaias. Não a deixe desidratar. Pelo menos uma vez por mês é necessário, senão obrigatório, servir um prato especial.

Flores
Também fazem parte de seu cardápio – mulher que não recebe flores murcha rapidamente e adquire traços masculinos como rispidez e brutalidade.

Respeite a natureza
Você não suporta TPM? Case-se com um homem. Mulheres menstruam, choram por nada, gostam de falar do próprio dia, discutir a relação. Se quiser viver com uma mulher, prepare-se para isso.

Não tolha a sua vaidade
É da mulher hidratar as mechas, pintar as unhas, passar batom, gastar o dia inteiro no salão de beleza, colecionar brincos, comprar muitos sapatos, ficar horas escolhendo roupas no shopping. Entenda tudo isso e apóie.

Cérebro feminino não é um mito
Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo (e algumas realmente o aposentaram!). Então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar bibelôs, tente se relacionar com uma mulher. Algumas vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja dessas, aprenda com elas e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com os homens, a inteligência não funciona como repelente para as mulheres.

Não faça sombra sobre ela
Se você quiser ser um grande homem tenha uma mulher ao seu lado, nunca atrás. Assim, quando ela brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ela estiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda.

Aceite:  Mulheres também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. O homem sábio alimenta os potenciais da parceira e os utiliza para motivar os próprios. Ele sabe que, preservando e cultivando a mulher, ele estará salvando a si mesmo.

É, meu amigo, se você acha que mulher é caro demais, vire gay.

Só tem mulher quem pode!

Luiz Fernando Veríssimo